Respirar Palavras 🎈
1 2 3 4 5
+
+
+
by c-o-c-a-i-n-a
palavras ao vento
Agradecer também faz parte da oração.
"Ah, o abraço… Tem coisa melhor do que encostar a cabeça no peito e ficar ouvindo o coração de quem a gente ama batendo?"
Restos de um naufrágio.  (via autorias)

indirect:
"A vida fica mais bonita, quando encontramos alguém que nos faça bem."
Cássia Eller. (via vidamelife)

indirect:
Posted Há 3 dias - 268 notas
© vidamelife

"Talvez eu fosse retardado. Era possível. Freqüentemente me sentia inferior. Queria apenas encontrar um jeito de me afastar de todo mundo. Mas não havia lugar para ir. Suicídio? Jesus Cristo, apenas mais trabalho. Sentia que o ideal era poder dormir por uns cinco anos, mas isso eles não permitiriam."
Charles Bukowski.  (via florecismo)

indirect:
"Eu amo-te”, murmurou ela, “só a ti; mais ninguém senão tu. Foste tu que no Verão passado me despertaste de um sonho estúpido, um sonho de toda a vida. Oh!, tornaste-me tão infeliz com a tua indiferença. Oh!, eu sofri, sofri! Agora que estás aqui, vamos amar-nos, meu Robert. Seremos tudo um par."
Kate Chopin | O Despertar.  (via florecismo)

indirect:
"Muitos sabem que Adolf Hitler tinha uma relação muito forte com sua mãe. Mas o primeiro amor dele, de fato, foi Stefanie (ou Stephanie) Isak, uma jovem loira e alta que vivia no mesmo subúrbio de Linz. O sobrenome dela indicava que fosse judia, mas isso não o incomodava. O menino apaixonado de 17 anos dedicou a ela uma série de poemas românticos e, na companhia de seu melhor amigo, Gustl Kubizek, ficava todos os dias esperando Stefanie passar na rua, que infelizmente estava sempre sob o olhar atento da mãe. Hitler confessou a Gustl que, para fugir com ela, seria capaz de sequestrá-la. E como a moça o ignorava, Adolf planejou suicídio nas águas do rio Danúbio, levando-a consigo. Stefanie, que possivelmente nunca conversou com Hitler, acabou se casando com um soldado, o tenente Jasten."
O primeiro amor de Hitler foi uma judia.  (via florecismo)

indirect:
Posted Há 3 dias - 7 934 notas
© estopim

"Eu sou assim, ao extremo. Profunda. Se for café, tem que ser forte. Se for mergulhar, tem que ser fundo. Se for voar, tem que ser alto. Se for amar, tem que ser por completo, as qualidades e os defeitos, nas horas boas e ruins. Mas acontece que hoje quase ninguém mais é assim, ninguém se entrega por inteiro. Está todo mundo pairando na superfície, ninguém vai a fundo em nada. Ninguém tem coragem de se doar e de amar ao extremo."
Julia Sadowski.  (via florecismo)

indirect:
Posted Há 3 dias - 234 notas
© ruivicess

"Amor pra mim é aquela vontade da gente se fundir com o outro até o mundo terminar. Tem um quê de desespero, pois a gente tem medo da perda. Tem um quê de descontrole, pois ninguém tem domínio de um sentimento tão puro quanto esse. Tem um quê de coragem, porque a gente passa por cima de muitas coisas. Tem um quê de paciência. Tem um quê de cumplicidade. Tem um quê de segredo. Tem uma pitada de muitas coisas."
Clarissa Corrêa. (via florecismo)

indirect:

incolumo:

"esquecer-te-ia se teus olhos não fossem tão resplandecentes quanto as estrelas.

odiar-te-ia se tu fosses menos doce do que és comigo.

desprezar-te-ia se tu trouxesses trovoadas consigo, quando na verdade o tempo se abre quando chegas.

amar-te menos iria se teu caos não fosse tão atraente.”

florecismo, nota fragmentada.


indirect:
Posted Há 4 dias - 33 notas
© florecismo

"Pronde vai?
Toda tampa de caneta?
Todo recibo de estacionamento?
Todo documento original?
Isqueiro, caderneta,
A camiseta com aquele sinal…
Pronde vai… Toda palheta?
Pronde foi… Todo nosso carnaval?"
O Teatro Mágico (via oxigenio-dapalavra)

indirect:
"Tem dias que a vida é um ato de coragem."
Vanguart (via thaizleao)

indirect:
Posted Há 4 dias - 7 notas
© thaizleao